Repensando sua estratégia de preços com o deep learning e a previsão de demandas

Definir o preço de um produto ou serviço é uma tarefa complicada, que depende de inúmeros fatores, envolvendo seu custo operacional e o objetivo da empresa.

A precificação malfeita pode eliminar seu lucro e colocar todo o empreendimento em risco, enquanto uma boa estratégia de preços pode maximizar os lucros.

Por meio de inovações baseadas em inteligência artificial tornou-se muito mais fácil e seguro criar estratégias de precificação, que consideram não apenas os custos como também uma série de outros fatores.

A IA (Inteligência Artificial) permite prever as reações do consumidor à cada preço e assim decidir qual é o mais vantajoso para a empresa.

Continue a leitura e saiba mais sobre estratégias de precificação e como elas se relacionam com a previsão de demanda!

Estratégia de preços

Para elaborar sua estratégia de precificação, o primeiro passo é pensar em seu objetivo.

Por meio de preços competitivos, a empresa consegue aumentar sua participação no mercado e o lucro sobre cada unidade vendida, além de acessar um novo perfil de consumidor ou proteger uma posição já consolidada no mercado, por exemplo.

Em segundo lugar, é necessário descobrir qual é o valor que o seu público considera justo para cada produto e como ele reage à diferentes valores. Ou seja, estudar a elasticidade da demanda.

Assim como a demanda interfere no valor final do produto, o preço dele também interfere na demanda por parte do consumidor. A quantidade procurada varia conforme o preço, e vice-versa.

Além disso, atualmente há uma facilidade muito grande em comparar preços, inclusive com ferramentas online dedicadas exatamente à isso. Assim, a compreensão da estratégia de preços da concorrência e um posicionamento correto no mercado adquirem mais importância. Caso contrário, perde-se vendas para os concorrentes.

Muitos varejistas adotam estratégias de preço muito simples, como a aplicação do valor sugerido pelo fabricante ou o preço baseado apenas no custo de produção. Entretanto, essas são formas muito arriscadas de precificar, pois não consideram os fatores que interferem no volume de compras.

Especialmente no caso dos varejistas, a precificação é complexa porque depende de variáveis como a época do ano, datas comemorativas, as característica do produto e demanda do mercado consumidor.

Com técnicas de otimização de preços, torna-se possível criar uma política de precificação competitiva, que também seja benéfica para a lucratividade da empresa.

Estudo de Caso Inteligência Artificial transformando o planejamento e previsão de demanda no varejo

Estratégia de preços com previsão de demanda

Prever corretamente a sua demanda faz com a empresa seja mais organizada e tenha resultados previsíveis, podendo assim se planejar melhor. Isso inclui a estratégia de preços, que passa a considerar o interesse do consumidor como fator essencial. 

Sabemos que a quantidade demandada é inversamente proporcional ao preço de um produto naquele momento em específico. Isto é, quando o preço de um produto aumenta, a demanda diminui, pois há menos pessoas dispostas a pagar mais caro.

Já quando o preço é baixo, é preciso lembrar que a quantidade vendida provavelmente vai aumentar, e assim adequar sua produção.

Um bom exemplo são as empresas que adotam preços dinâmicos. Nesse método de precificação, os valores são alterados automaticamente de acordo com os parâmetros criados no sistema. Ou seja, um e-commerce pode mudar seus preços rapidamente de acordo com a demanda ou com o preço da concorrência, por exemplo. A Uber está entre as empresas que adotam essa prática, ao aumentar o valor cobrado quando há muita procura.

Entretanto, sem a configuração correta, o preço dinâmico pode comprometer seu lucro. Ele precisa ser combinado com uma estratégia de previsão de demanda baseada em dados. 

Ao estimar corretamente sua demanda, você também pode simular valores para seus produtos e conferir qual será a demanda para cada hipótese. A partir daí, com resultados previstos em mãos, fica muito mais fácil criar uma boa estratégia de preços.

O problema é que processar uma grande quantidade de dados é demorado e complicado, por isso o ideal é usar uma inteligência artificial para esse trabalho, economizando tempo e eliminando o erro humano.

Quanto mais assertiva for a previsão de demanda, mais eficaz será a estratégia de preço. 

Deep learning

Ao utilizar o deep learning na sua estratégia de preços, você pode determinar o preço inicial, o melhor preço, o preço promocional e o preço com desconto, sempre considerando todas as variáveis externas e internas.

No caso dos varejistas, a remarcação agressiva de produtos dá lugar à modelos preditivos, que determinam o preço mais adequado para cada período ou fase do produto.

Funciona da seguinte forma: a inteligência artificial cria padrões por meio de dados, aprendendo como o consumidor se comporta a partir de exemplos.

É por isso que, quanto mais dados você inserir no sistema, mais assertiva será sua previsão, pois a máquina terá mais exemplos com os quais aprender. Isso significa que a IA será cada vez mais precisa ao longo do tempo.

É possível fazer simulações com variação de preço, promoções, distribuição, época do ano, região, entre muitos outros fatores, e compreender como cada um deles afeta a demanda. O operador do sistema, então, ajusta seu preço de acordo com a demanda desejada.

Outras formas de usar o deep learning na precificação

A inteligência artificial é capaz de perceber padrões que muitas vezes passam despercebidos para os olhos humanos. Ela ajuda a gerar insights e conceber estratégias mais criativas.

Por exemplo, o deep learning pode mostrar como a venda de um segmento é impactado pelo de outro. Quando um cliente adquire um videogame, o que é mais provável que ele compre em seguida?

Quando a loja dá muitos descontos em camisetas, suas vendas de calçados aumentam ou diminuem? Quando há uma campanha de marketing para macarrão, são afetadas as vendas de molho de tomate?

Essas perguntas são facilmente respondidas por um sistema com deep learning e podem gerar insights para estratégias de marketing e de preços melhores.

Ao descobrir que o comprador de videogame no mês seguinte vai comprar pilhas recarregáveis para seus controles, a loja pode elevar o preço das pilhas logo quando houver uma promoção de videogames, por exemplo.

Quando um novo produto está prestes a ser lançado, pode-se utilizar um método chamado de análise de clusters, que consiste em agrupar produtos similares. A partir daí, obtém-se os preços mais prováveis para algo que ainda não chegou no mercado.

Com a alta competitividade atual, os varejistas precisam de estratégias de preço que acompanhem a demanda por parte dos consumidores. Os preços devem ser alterados com frequência para maximizar os lucros e aumentar sua presença no mercado.

Para isso, a melhor solução é adotar um método de previsão de demanda com inteligência artificial, que consegue criar preços perfeitos para cada produto ou serviço com base em dados concretos.

Muitas pequenas e médias empresas ainda pensam que a inteligência artificial precisa ser desenvolvida ao custo de grandes investimentos, mas isso já não é verdade.

Atualmente, é possível utilizar softwares de previsão de demanda similares aos usados por gigantes como a Amazon ou a Via Varejo, responsável por Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com.br.

Contratar um software de previsão de demanda com deep learning custa muito mais barato do que desenvolver um sistema próprio, além de sua usabilidade ser melhor, pois já terão sido realizados muitos testes.

Quer saber como isso funciona? Leia o artigo Dê mais eficiência à sua previsão de vendas com as soluções da Tevec!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Acompanhe nossas postagens e notícias.

Nossos Clientes

Faça parte da rede de clientes que utilizam as nossas recomendações para as melhores decisões de negócio em cada elo da cadeia de suprimentos.

Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de tudo que acontece sobre inovação em
Inteligência Artificial aplicada em Supply Chain.

FALE CONOSCO

Rua Cardeal Arcoverde,2365
3º andar - Pinheiros
São Paulo / SP · 05407-003

A EMPRESA

Precisa de mais alguma coisa?

Fale com nossos especialista s e descubra como fazer seu negócio ser mais rentável.

Você escolheu receber as melhores decisões de abastecimento.

1.

Vamos começar? Preencha o cadastro para entrarmos em contato pelo canal e horário que você escolheu.

2.

Gostaríamos de conhecer um pouco mais sobre o seu negócio.