Close

19 de agosto de 2019

Cursos gratuitos de Inteligência Artificial desafiam a falta de mão de obra especializada em tecnologia

Instituições oferecem inteligência artificial de forma gratuita para profissionais jovens

Empresas brasileiras dos mais diversos segmentos estão buscando, cada vez mais, implantar processos tecnológicos em suas operações. A inteligência artificial e os programas computacionais em nuvem têm grande potencial para impulsionar o crescimento do varejo e da indústria no país. A demanda existe e é latente. Até o ano de 2023, a procura por pesquisadores de tecnologia e especialistas em comunicação de dados deve crescer mais de 17% no Brasil, de acordo com a pesquisa “Mapa do Trabalho Industrial 2019-2023” divulgada este mês pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Funções ligadas à tecnologia serão responsáveis pela expansão do mercado de trabalho não só no Brasil, mas no mundo. É uma tendência global e reflexo direto do momento em que se vive, a chamada quarta revolução industrial. Outro estudo publicado pela Avanade também recentemente e realizada com 1.200 tomadores de decisão de nível sênior, de negócios e de TI, de países como Austrália, Canadá, Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Japão, Holanda, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos, revela que há o desejo das companhias em integrar novas tecnologias como blockchain, computação quântica, inteligência artificial conversacional, experiências imersivas, IoT e tecnologia de segurança e privacidade em suas atividades. Mais de 90% dos executivos ouvidos na pesquisa planejam desenvolver algumas dessas tecnologias.

No entanto, seja no Brasil, ou no exterior, para que esse cenário passe de potencial para realidade, as corporações precisam superar uma importante barreira: a escassez de talentos especializados disponíveis hoje no mercado. Aqueles que já atuam com tecnologia terão, por sua vez, que buscar ainda mais conhecimento para evoluir em novos postos de trabalho que irão surgir.

O desafio, portanto, é encontrar uma mão de obra capaz de liderar os projetos de inovação dentro das empresas. Mas como encontrar esse recurso e qualificá-lo? Observa-se já alguns movimentos de transformação sendo impulsionados por instituições que nasceram com o propósito de formar e habilitar profissionais para atuar nesse novo mundo digital.

Instituições que oferecem IA gratuitamente

A School of AI, por exemplo, foi criada para ensinar Inteligência Artificial presencialmente e gratuitamente para jovens profissionais. O objetivo é formar cientistas de dados para fortalecer e gerar novas oportunidades de trabalho em empresas de tecnologia. A escola promove aulas quinzenalmente sobre exploração de dados, data science, big data, estatísticas, dataset, entre outros. Presente em 80 países e com mais de 800 membros, os interessados podem se inscrever para as aulas clicando neste link.

Assim como a School of IA, a PyData também é uma organização filantrópica que realiza um programa educacional de discussão coletiva de boas práticas e novas abordagens de tecnologias emergentes para o gerenciamento, processamento, análise e visualização de dados. A inteligência humana é, de fato, o fio condutor para que a implantação de novas tecnologias em diferentes negócios e independente do tamanho, seja conduzida em benefício de um crescimento econômico sustentável e do futuro do mercado de trabalho no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami